Um aniversário especial - 2005

abril 15, 2020 0 Comments A+ a-



Olá a todos e bem vindos a mais um post. Espero que estejam todos bem, fisica e psicologicamente no decorrer desta quarentena. Hoje trago um post acerca de uma das mais felizes memórias da minha infância, o meu 9º aniversário. Já lá vão 14 anos e mesmo assim é uma memória que trago comigo pela felicidade que me proporcionou.
Remontando a 2005, que não foi um ano particularmente bom para muitos nós devido aos incêndios que assolaram várias regiões do país no verão, pude presenciar a luta ao combate do fogo que estava a uns meros metros de casa, pude ouvir os vizinhos a gritar, pude ver os meus pais a molharem a nossa casa e todo o redor. Foram tempos negros mas felizmente não houveram perdas significativas, ou pelo menos, vidas perdidas.
A minha família nunca foi de fazer grandes festas nem de dar grandes prendas, e, por isso, nem eu nem os meus irmãos tivemos a regalia de ter um aniversário como se vê nos dias de hoje, em que tudo é pensado ao pormenor, desde a música às cores, a vestimenta da criança e até o tema da festa.
No dia 21 de Novembro de 2005, não me lembrando sequer de onde vinha, o que tinha feito antes, sei que a noite caía e uma tia minha estava em casa da minha avó, que é exatamente do lado da minha, e me chamou. Eu segui-a, sem imaginar o que estava por vir. Quando entrei para o pátio da minha avó vi os meus familiares de sorriso no rosto e gritaram "surpresa", eu fiquei tão feliz, tão emocionada, que quase chorei. Lembro-me que tive direito a um pequeno bolo de aniversário, a sumos com gás e montes de doces. Posso dizer que não tenho a mínima ideia se comi alguma coisa ou se recebi algum presente, porque o melhor de tudo era que estava lá a minha melhor amiga de infância (até hoje), a Sofia e claro brincámos até os pais dela a chamarem de volta para casa. Estava genuinamente feliz e eufórica, não porque recebi aquele presente que eu tanto gabava dos anúncios de televisão mas sim porque foi uma pequena grande festa que nunca me tinham feito. Foi nesse dia que percebi que o melhor da vida é estar rodeado de quem nos faz feliz, e nos realiza os sonhos, por mais pequenos que sejam, e por mais pequenos que sejamos.

(Já) com 23 anos, com o coração em Portugal e o corpo na Irlanda. Com a missão de conquistar sonhos, não só os meus, e com algum jeito para meia dúzia de frases. Bem-vindos ao meu blog!